“Imagina na Copa”: Arena corinthiana desmorona a menos de sete meses do mundial

Marina Spada

Em um momento em que todos os olhares do mundo estão voltados para a preparação da Copa do Brasil, qualquer incidente poderia representar uma má imagem da estrutura esportiva brasileira para o julgamento de estrangeiros. Mas algo grave como o que aconteceu no último dia 27, o desmoronamento na Arena Corinthians, vai além da “imagem do país”. A falha na estrutura do estádio custou a vida de dois trabalhadores.

No início da tarde de quarta-feira (27), em São Paulo, três estruturas metálicas da arquibancada leste do estádio foram atingidas por um guindaste que caiu e acabou causando o desmoronamento de tais estruturas. Inicialmente, a notícia apressada que correu na mídia é de que o acidente teria vitimado três pessoa. A informação foi logo corrigida, junto com o nome dos trabalhadores mortos. Flávio Luiz Pereira, 42 anos, e Ronaldo Oliveira Santos, 44, foram encontrados mortos embaixo dos escombros. Depois do ocorrido, o estádio foi rapidamente evacuado e os bombeiros, o helicóptero Águia da Polícia Militar e sete ambulâncias do Samu foram acionados.

Corinthians

A Arena Corinthians vai receber a abertura da Copa do Mundo de 2014 (Fonte: Portal Terra)

O ex-presidente do Corinthians, responsável pela Arena, Andrés Sanchez, estava no local no momento do acidente. Ele se encontrava em uma comemoração pelo fechamento da parceria com a Caixa Econômica e demonstrou grande irritação ao ficar sabendo do ocorrido. A diretoria corinthiana declarou em nota oficial “lamentar profundamente o acidente ocorrido há pouco na Arena Corinthians”.

O estádio corinthiano receberá a abertura da Copa do Mundo de 2014 e, segundo o último balanço da construtora Odebrecht, tinha 94% das obras concluídas.

Já havia acontecido: a queda da Arena Palestra

Em 15 de abril deste ano, a manhã de segunda-feira se iniciava com a notícia do desmoronamento de parte da Arena Palestra, novo estádio do Palmeiras. O caso do “arqui-inimigo” do Corinthians tratou-se da queda de uma laje ao ceder algumas vigas na área dos camarotes. O acidente fez uma vítima, o operário Carlos de Jesus, de 34 anos e feriu Crispiniano dos Santos, também operário. Ambos eram funcionários da TLMix, prestadora de serviço da construtora WTorre, responsável pela obra. Em nota, a WTorre disse que “já colocou à disposição dos familiares das vítimas toda a assistência necessária.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s