Quando o golpe encaixa: bate ou quebra

Laura Fontana

Saiba mais sobre o esporte que virou mania nacional: o MMA é muito mais que pancadaria

A maior organização de artes marciais mistas, o UFC (ultimate fighting championship) foi criado nos Estados Unidos em 1993, com regras mínimas, e foi promovido como uma competição para determinar a arte marcial mais eficaz em situações de combate desarmado. Não demorou muito para os combatentes perceberem que se quisessem ser competitivos, eles precisavam treinar disciplinas complementares. Os lutadores do UFC começaram a se transformar em atletas completos, de habilidades equilibradas, que poderiam lutar em pé ou no chão. A mistura de modalidades como o jiu-jitsu brasileiro, boxe, wrestling, judô, muay thai, tae kwon do, karatê, entre outras ficou conhecida como artes marciais mistas.

MMA

A luta no UFC mantém o público inquieto em seus assentos, devido a todos os diferentes sistemas de artes marciais usados em um só combate. A luta começa em pé, mas pode acabar rapidamente no chão ou contra as grades do octógono. Não importa qual direção a luta tome ou quais estilos são usados, as maneiras de ganhar são as mesmas. Nada pode levantar uma arena inteira mais do que um nocaute, o Santo Graal da finalização. Alguns lutadores encerram suas carreiras sem nunca ter emplacado um vitória por nocaute, enquanto outros têm a reputação de serem grandes nocauteadores. Um nocaute é quando um lutador sofre um golpe que o derruba inconsciente, desorientado ou quando se torna incapaz de se defender de forma inteligente.

UFC

Às vezes, o golpe final é conseguido depois de uma enxurrada de socos, chutes joelhadas ou cotoveladas, e outras vezes é um golpe sólido que termina a luta. Ocasionalmente, um lutador na beira da derrota pode reunir toda sua força para produzir um soco (ou qualquer outro golpe derradeiro) que lhe proporcionará a vitória por nocaute. Seja de um soco ou chute, o nocaute sempre será lembrado pelo público e garantirá uma ótima reputação ao competidor.

Nocaute de Anderson Silva em cima do americano Vitor Belfort - um dos mais impressionantes nocautes do UFC (Foto: Revista Veja)

Nocaute de Anderson Silva em cima do americano Vitor Belfort – um dos mais impressionantes nocautes do UFC (Foto: Revista Veja)

Hoje, o UFC é a principal organização de MMA e impõe as regras unificadas de Mixed Martial Arts, sem exceção. Com mais de 20 eventos por ano, o UFC é a casa da maioria dos lutadores de elite no mundo. Os eventos são realizados nos Estados Unidos e em outros países como Reino Unido, Irlanda e inclusive Brasil, onde a direção da organização montou um calendário ambicioso para 2014. Neste ano, o país do futebol, a exemplo do que aconteceu ano passado, receberá, no mínimo, 7 lutas programadas.

Sem dúvidas o maior astro brasileiro do UFC é Anderson Silva. Conhecido como Spider, o lutador foi considerado por Dana White, presidente do UFC, o melhor lutador da história. Anderson conquistou 17 vitórias seguidas e 10 defesas de título consecutivas e é até hoje o dono da maior sequência de vitórias e de títulos de defesa na história do UFC. No entanto, a carreira de aranha sofreu uma significatica reviravolta em sua última luta contra Chris Weidman no UFC 168, em dezembro de 2013. Na ocasião, o lutador brasileiro fraturou a perna esquerda ao acertar um chute no americano, que teve sua vitória confirmada e o cinturão mantido. A fratura foi impressionante e causou muita aflição aos que assistiam a luta.

Impressionante fratura de Anderson Silva em sua última luta contra Chris Weidman (Foto: Sportv)

Impressionante fratura de Anderson Silva em sua última luta contra Chris Weidman (Foto: Sportv)

Depois do ocorrido, muitas foram as dúvidas levantadas acerca da possibilidade de aposentadoria de Anderson, já que o acidente foi grave e o lutador já está com uma idade considerada avançada para o esporte. No entanto, no último domingo, dia 12 de janeiro, em entrevista dada à rede globo, Spider descarta a possibilidade de abandonar o octódono: “Quando você se sente com essa necessidade de parar, teu corpo e tua mente te falam. Acho que tenho muito ainda para fazer dentro da luta e não tenho essa intenção de parar, não”, afirmou Anderson. “Eu só pensava em uma coisa: será que acabou? Será que vou voltar a andar? Vão passando várias coisas na cabeça.” Apesar da declaração e da boa recuperação, o futuro do lutador ainda é incerto.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s